CHOQUE DE ORDEM

Choque de Ordem apreende mais de 1 tonelada de coco em Ipanema

Segundo a Seop, cocos eram descarregados fora do horário permitido.Operação também rebocou 22 veículos estacionados irregularmente.

Do G1 RJ

Agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) apreenderam, neste sábado (29), 1,5 tonelada de cocos verdes, na praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo a Seop, as frutas foram recolhidas durante operação

Choque de Ordem na orla. Ninguém foi preso.

Os cocos eram descarregados fora do horário permitido na orla de Ipanema. Em outro ponto da operação, na Praia da Urca, a fiscalização apreendeu uma tenda árabe montada na areia sem autorização. Já em Botafogo, os fiscais apreenderam 286 DVDs piratas. O material foi levado para a 9ª DP (Catete).

De acordo com a Seop, em Copacabana, também na Zona Sul, agentes de Controle Urbano da Seop apreenderam75 biquinis, 38 cangas, 28 camisas, 11 refrigerantes, 11 garrafas de água e oito guaranás naturais com vendedores não autorizados.

A operação

Choque de Ordem nas praias também rebocou 22 veículos estacionados irregularmente no trecho da orla compreendido do Leme, na Zona Sul, até a Barra da Tijuca, na Zona Oeste.

Mutirão de limpeza nas praias

Cerca de três toneladas de lixo foram retiradas neste sábado (29) de várias praias do Rio. O material foi recolhido durante a ação “Limpando e Reciclando”, promovida pelo Instituto Ecológico Aqualung. O mutirão começou às 10h e terminou por volta de meio-dia.
Os voluntários também distribuíram sacolas biodegradáveis e luvas descartáveis.
O mutirão de limpeza reuniu 700 voluntários que se dividiram nas praias de Botafogo, Copacabana, Ipanema e Leblon, na Zona Sul do Rio, Barra da Tijuca, Recreio e Grumari, na Zona Oeste, Sepetiba, Ilha de Paquetá e Saquarema, na Região dos Lagos. O grupo de voluntários recolheu todo o tipo de sujeira.O lixo recolhido foi deixado em terminais de coleta da Companhia de Limpeza Urbana do Rio (Comlurb).

A ação contou com o apoio da prefeitura e foi realizada em parceria com a Rede Municipal de Ensino. De acordo com o coordenador do projeto, Hildon Carrapito, o evento também falou sobre a importância de se manter as praias sempre limpas.

Limpeza em Maricá

Em Maricá, a Semana do Meio Ambiente começou neste sábado também com a limpeza das areias da praia e das margens do canal de Ponta Negra. A retirada dos resíduos foi coordenada pela equipe da Secretaria municipal de Ambiente e Urbanismo e teve a participação de membros do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

A ação contou, ainda, com a participação do Grupo Escoteiro Cidade de Maricá, além de voluntários, todos equipados com luvas descartáveis e sacolas de lona. A maior parte do material, quase todo composto por produtos recicláveis, foi recolhida entre as pedras que ficam na encosta da praia. O mutirão recolheu mais de 40 sacolas de lixo. O peso total ainda não foi divulgado.“Um dos nossos projetos é a instalação do que chamamos de uma ‘eco barreira’, por exemplo, próximo à ponte da Mumbuca.

A ideia é reter o que se joga nos rios, praias e canais da cidade e, assim, dar uma noção exata do quanto o meio ambiente é agredido diariamente”, ressaltou o secretário de Ambiente, Alan Novais.

Nenhum comentário: