VARIEDADES


Clássico de Nelson Rodrigues, com Leonardo Miggiorin, ganha nova montagem em Ipanema
POR MYLENA HONORATO

Rio - Em ‘Perdoa-me Por me Traíres’, de 1957, Nelson Rodrigues decretou: “A adúltera é mais pura porque está salva do desejo que apodrecia nela”. Hoje, a polêmica tragédia do ‘anjo pornográfico’ ganha adaptação no teatro, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema.
Foto: Divulgação
Dirigido por Cláudio Handrey, o espetáculo traz no elenco o ator Leonardo Miggiorin, que fez Flavinho de ‘Viver a Vida’. Na peça, Miggiorin vive Gilberto, homem ciumento que se corrói pela certeza de que sua mulher, Judith (Patrícia Ramalho), tem um amante.“Gilberto é tão ciumento que enlouquece de amor. É um personagem riquíssimo, bem diferente do Flavinho”, conta ele, confessando que já foi bastante ciumento também. “Quando era adolescente, sofria com isso. Aos poucos, fui vendo que ninguém é de ninguém. E não adianta querer controlar a vida de outra pessoa. Não dá mais para impor um modelo de relacionamento”, acredita. Leonardo se diz fã de Nelson Rodrigues.“Eu adoro as obras dele. E quase 20 anos depois de ter escrito essa peça, o assunto ainda permanece contundente”, afirma. A trama conta a vida de Glorinha, menina de 16 anos que perdeu a mãe, assassinada por seu tio, e se tornou prostituta. Tudo bem intenso, polêmico... bem Nelson Rodrigues
.
ServiçoTEATRO DA CASA DE CULTURA LAURA ALVIM -
Avenida Vieira Souto 176, Ipanema (2332-2015).
Sex e sáb, às 21h.
Dom, às 20h.
Sex e dom, R$40.
Sáb, R$50. 100 min. 16 anos.
Até 1º de agosto.

Nenhum comentário: