RESPOSTAS AO RASCUNHO DA CARTA

Ignes, apenas quero comentar sobre o parágrafo abaixo:

" ...7) – Feira Hippie – a feira começou há uns quarenta anos atrás com cerca de trinta artesãos. Hoje ela conta com 600 expositores e deixou de ser feira de artesanato há muito tempo. Transformou-se, infelizmente, em um camelódromo onde se vende de tudo: produtos falsificados, sem origem, contrabandeados, roupas, óculos, bonés, DVDs, bijouteria, industrializados etc. Como são diversos os órgãos públicos encarregados de organizar, fiscalizar e policiar o local: Fundação Kalouste Gulbenkian, receita municipal, receita federal, SEOP, Secretaria de Manutenção, Controle Urbano, PM, GM e Polícia Civil, fica impossível exigir uma ação saneadora mínimamente eficiente. Diante de tal fato, nós moradores de Ipanema profundamente incomodados com a desordem descontrolada a que somos submetidos todos os Domingos pedimos que a feira seja transferida para outro local, fora do nosso bairro, para que tenha condições mais adequadas em face às dimensões que tomou...."



Não concordo de forma alguma pois os culpados são os próprios órgãos de fiscalização. Os responsáveis pela feira já nos solicitaram tentar arrumar uma solução; se não insistir com o administrador da área para que mande fiscais e guardas municipais em qq lugar que vá, causará o mesmo problema. O que temos que fazer é tentar junto ao novo administrador que tome uma providencia pois ele está lá para isso. Não tenho conseguido falar com o mesmo pois segundo a secretária, atualmente vive em reunião ou virose... não é como o antigo Bernardo que tenta resolver os problemas. O que tem que sair da rua Vinícius de Morais, que atrapalha muito os pedestres, é o chaveiro, bares, lanchonetes,flanelinhas cobrando 10,00 estacionar , etc . Quem mora na área está sendo obrigado a andar pelo asfalto, um absurdo!

Abraços
George André

---------------------
Ignez,
Gostei de tudo.
Somente discordei da sua colocação qto à feira de produtos orgânicos, às terças-feiras, na Praça N.S. da Paz. Não sei se vc já teve oportunidade de ir lá, mas ela ocupa um espaço totalmente inaproveitado da praça, é ordeira, deixa tudo limpo ao final, a frequência é de 1ª, e, o mais importante, os produtos são de excelente qualidade, de preços bem melhores do que os praticados pelo Zona Sul e pelas lojas de produtos naturais do bairro.
Sou inteiramente a favor da feira na Praça

Achei q talvez vc pudesse ter citado o levantamento dos buracos das calçadas. Afinal foi uma contribuição de voluntárias do PSI para com a obrigação da Prefeitura de manter nosso direito constitucional de ir e vir.
Talvez, por ser mensagem endereçada ao Prefeito, pudesse ser feita uma revisão geral na redação. Infelizmente, nesse ponto não posso colaborar, pois meu português não é lá essas coisas...

Abs Edith
-----------------------------

Perfeito. Texto irrepreensível. Na Rua Nascimento Silva, 115 em um terreno abandonado há mais de 15 anos com projeto de construção de uma sinagoga, acumula-se lixo, ratos e serve de albergue para mendingos. Além disso, os proprietários do terreno utilizam a calçada como estacionamento impedindo que pessoas com dificuldade de locomoção possam transitar livremente.

Abraços
Josier

Nenhum comentário: