RESPOSTA AO RASCUNHO DA CARTA

A carta ao prefeito teve aceitação muito positiva por parte de todos. Por favor vejam no blog. Algumas pessoas consideram que a feirinha de orgânicos é uma boa para o bairro. Como me preocupa muito o PSI falar em nome de todos, é claro que sei que não existe unanimidade sobre nenhum assunto, gostaria que refletissem sobre o porque de minhas preocupações quanto à ocupação deste espaço, para que a gente mande ao prefeito um documento que expresse da melhor forma possível a opinião dos moradores de Ipanema, voluntários do PSI.
1) - penso que o espaço público não pode ser privatizado para atividades comerciais particulares.
2)- a feira hippie começou exatamente desta maneira há uns quarenta anos. Era super simpático ter a feirinha de artesanato. Depois o tempo vai passando e a tendencia é aumentar. Hoje a feira hippie tem 600 expositores, vende de tudo, virou um camelódromo com proporções tão absurdas que vai ser briga de foice para se conseguir retirá-la da praça ou mesmo diminuir seu tamanho.
3)- a permissão para este tipo de ocupação passa a ser moeda de troca. O prefeito precisa que o vereador aprove alguma coisa dá a permissão para que os apaniguados dos políticos, em geral cabos eleitorais, ganhem as autorizações.
4) - se os produtores de orgânicos querem vender diretamente ao consumidor por que não alugam um espaço no bairro? Poderiam trabalhar todos os dias e faturariam muito mais.Os produtores são organizados, têm controle de qualidade e portanto poderiam perfeitamente alugar uma loja. Algumas pessoas já viram até enlatados na feirinha.
5) Por que se já que temos uma feira livre na praça Gen. Osório, uma na N. Sra. da Paz e outra na Henrique Dumont, não colocam estas barracas de orgãnicos nestas feiras?
6) Não acho que este tipo de ocupação vai proteger a praça de outras intervenções tais como estação de metrô e estacionamento.Ao contrário. A praça vai se deteriorando e como já está em plena decadência uma intervenção a mais ou a menos não faz diferença.
7) - imagino que o objetivo da prefeitura não seja exatamente oferecer verduras saudáveis à populaçã e sim aumentar a sua arrecadação. Acontece que o caminho não é este. Ao contrário. À medida que o comércio informal entra, o formal vai saindo e é este que tem de ser estimulado porque é ele que coloca a atividade econômica punjante, cria impostos, empregos e renda.O comércio informal vai criando esvaziamento econômico.Aquela feira " artesanato em frente ao Othon em Copacabana é outro triste exemplo deste tipo de ocupação. Também começou como algo bem simpático.
8) temos de ter princípios em relação ao que queremos para o nosso bairro. Se queremos um bairro limpo, arrumado, sem camelôs, população de rua etc, temos de ser intransigentes nesta posição. Não podemos deixar que uma comodidade presente possa comprometer o nosso ambiente no médio e longo prazo.
9) O Rio se encontra em um momento muito feliz em que parece que retoma a sua posição de líderança cultural e econômica no país. É hora de qualificarmos a ocupação de nossos espaços, deixando para trás o modelo populista demagógico que tantos prejuízos trouxe à nossa cidade.
10) algumas pessoas arguementaram que seria só uma questão de fiscalização. Que a cidade se favelizou porque a sociedade foi omissa.É claro que sim, mas penso que esta omissão se dá pelo fato de termos tido princípios flexiveis. Tipo; vamos deixar os barracos no morro porque garantimos nossa mão de obra perto de nossas casas, vamos comprar no camelô porque é mais barato, vamos dar a esmola porque nos incomoda muito ver a miséria ao nosso lado etc. A gente só consegue ficalização eficiente, e ela é muito difícil, se formos intransigentes na defesa dos princípios que norteiam a nossa cidadania.
11) é muito mais fácil cortar o mal pela raíz do que deixar para exercer a fiscalização de algo que está fadao a crescer descontroladamente, como nos mostra a experiência em toda a cidade.
espero a opinião de todos para finalizar o texto e mandar para o prefeito.
Ignez ----- Original Message -----
--------------------------------------
concordo em genero , numero e grau. Precisamos de choque de ordem e não ampliar e corroborar com a desordem. Chamo a atenção para a loja de material de construção situada na vinícius quase esquina com nascimento silva que coloca muitos dos seus produtos na calçada. tambem bares que nao limpam suas calçadas apesar de suja-las muito como é o caso do situado na esquina da vinicius com nascimento silva. enoi vilar

-------IgnezPertinentes suas colocacoes.Conte comigo no que precisar,bjus
Enviado do meu BlackBerry® da Oi.
-------------------------------
Ignez,
Não acho q a feira de orgânicos seja comercio informal. Pelo q entendi a Prefeitura deu licença para a sua instalação na praça, pensando em todas as restrições necessárias. Os produtores são cadastrados e filiados a ABIO q é o responsável pela fiscalização dos sitios produtores. Toda a responsabilidade é deles, e qq coisa q vá errado deverá ser cobrado deles. Qto a feira crescer indefinidamente é impossível, não é uma atividade nada simples plantar orgânicos.
No entanto, se quisermos a opinião dos moradores em geral devemos fazer uma pesquisa. Realmente o número de ipanemenses no PSI é muito pequeno.
Edith Gouvêa

--------------------------
Ignez,com relação à feirinha concordo plenamente com sua exposição de motivos. Um abraço.
------------------------------
Ignez,
Seu trabalho na Associação de Moradores de Ipanema tem
sido motivo de minha admiração. Por esse motivo estranhei
muito sua posição com relação à feirinha de produtos orgânicos na Praça N.S. da Paz. Fiquei tão feliz com a possibilidade de
ter acesso a tantas variedades boas de alimentos , de melhor qualidade e de preço bem mais barato do que os vendidos em supermercados...
Aprovo e agradeço a iniciativa do prefeito ao introduzir esse
circuito de orgânicos em diferentes bairros da cidade e, desse
modo contribuir para uma melhor qualidade de alimentação e, mesmo, de vida do carioca. Por favor porque não fiscalizar ao invés de, simplesmente, suprimir tão boa iniciativa ? Espero
que repense sôbre o assunto e não cancele algo tão útil.
Um abraço Suely

-----------------------------------
Ignez,Concordo. Os feirantes que aluguem um espaço. Como aliás deveriam fazer os jornaleiros, que na verdade se transformaram em super-mercados. Um ESCANDALO que precisa ser coibido. São Paulo teve peito de faze-lo.Espero que nós cariocas- choque de ordem, tb.abPP
----------------------------------------
tambempenso igual a c ,porque nao alugam? Lea
Abraços Lea

---------------------
Ignez, lí e concordo com que acabo de ler neste e-mail, chega de feirasem Ipanema, pagamos impostos tão altopara termos um bairro tão disordenado.Na Garcia D"Avila entre as Ruas Visconde de Pirajá e Barão da Torreenfrente Antonio Bernardesuma Senhora moradora de Rua que já montou seu barraco com barraca depraia, malas com todosseus pertences, segundo os comerciantes já denunciaram a Prefeitura,infelizmente nehuma providênciafoi tomada, as vezes aparce mau cheiro e nós temos que conviver comeste descaso!!!Luzia Caliman
-------------------------------
isso mesmo.
A pessoa que defende essa feirinha está ligada à presidente da Associação Comercial do Leblon e Ipanema- Evelyn Rosenzweig, com ligações com o pessoal do ex prefeito Cesar Maia. Precisa dizer mais?
Abraços,
MJB
-----------------------
Olá Ignez,

Ontem passei por vcs e só pude cumprimenta-las em pensamento, mas mando aqui a minha admiração!

Recebi sua Carta ao Prefeito, mas não tive como responder. Concordo contigo, a princípio achei legal a feira orgânica, amplamente divulgada pelo pessoal da Unibiótica, ginástica das 7:00h às 8:00h no Posto 9, do qual já fiz parte. 3ª feira agora fui lá para conhecer.

Concordo plenamente com tudo o que vc expôs na carta explicativa para todos nós, e agradeço. É verdade, tudo começa pequeno e depois se expande de tal maneira com tantas pessoas envolvidas, tantos interesses, que fica difícil voltar atrás, é melhor cortar o mal pela raiz. Sua carta abaixo está excelente, é isso mesmo.

A nossa praça da Paz precisa ter P A Z. É lindo ouvir o sino da Igreja da PAZ. Não queremos metrô nem estacionamento, queremos Praça para nossas crianças, e se possível não no estado de abandono em que se encontra. Outro dia estava levando uma travessa embrulhada, que parecia uma pizza, e me senti ameaçada quando 2 marmanjos quiseram toma-la.

Já tive loja e sei o quanto é difícil dar conta de todos os ítens a pagar (até vou lhe repassar mensagem que acabo de receber). O comércio fica prejudicado com estas vendas "aparte". Além do mais está cada dia mais difícil andar pelas calçadas.... sei que tb faço parte disso com a bicicleta, mas... o novo chaveiro na esquina de Visc. c/ Vinícius o ponto de van em frente ao Lidador e tantas lojas bonitas! Um sem fim de contravenções, as pessoas simplesmente vão se instalando aos poucos e tomando conta dos nossos espaços!

Então Ignez, aqui o meu abraço e meu muito obrigado em lutar, sem esmorecer, para defender nossos direitos!
sonia
-----------------------------------
Ignez,Sua argumentação é boa, ainda mais agora que a Praça está sob os holofotes do metro. Por outro lado, feirinhas podem ser charmosas e algumas ainda são (Jardim Botânico). Já disse uma vez, de forma inapropriada, que na minha opinião o bairro precisa recuperar um pouco do charme perdido, inclusive com comércio ou serviços mais criativos e interessantes, que não são exatamente o comércio de luxo. Mas, não tenho opinião formada sobre isso. Eu me abstenho.Vera
-------------------------------------
Ignez,
Conte comigo, pois penso exatamete como você.
Abraços
Dionr
-------------------------------
Ignez,
assino em baixo de suas considerações, perfeitas. Tem meu total apoi. bj Edith
-----
-----------------------------
Ignez, deixo obs. aqui. Mas como ja sabe comigo nao tem tempo ruim, e eu vou com o grupo. Beijos. Entendo perfeitamente o que voce coloca. Tem toda a razao. Nao sei se e o momento de levar isto ao Prefeito. E isto que coloco. Nao sei se nao seria indicado neste momento tocar o assunto com o subprefeito da nossa regiao ou adminstrador regional. Supostamente ambos poderiam exercer controle aqui no bairro. Acho que se formos "encarar" o assunto da feia organica, teremos entao que fazer um levamento e pesquisa. Verificar como e que se deu a coisa. Quem autorizou a feira na Praca. Quanto a ser no mesmo dia da feira na sexta, eu tambem pensei nisto. Entao feira de alimento sejam quais forem na N.Sra. Paz sopode ser na sexta-feira.E uma possibilidade. A "briga" sera com o SENAI/SESI e um orgao de agricultura que esqueci o nome completo. Sao eles que estam incentivando muito esta iniciativa. Sao eles que estam a frente disto e nao tanto a prefeitura.Sera o caso de falar com eles. Porem de novo, agora que eles ai ja estam, sera um "briga" mesmo tira-los. E bom ja pensar em alternativa para eles, e de novo se vamos entrar nesta, teremos que conversar com eles. Ja te adianto que aposto que houve muito apoio da AMIpanema. Como sei? O Raphael Durao por exemplo - que e ativo na AMi - e muito a favor desta feira, conhece a turma - ate onde sei - e escutei que eles estiveram em reuniao que a AMI armou. Logo eles dirao que "o bairro quer". So coloco isto, para termos claro que nao sera tao simples. O que de cara se pode fazer tambem e limitar imediatamente a quantidade de participantes e delimitar super bem a area, para exatamente nao crescer e virar uma hippie2. Deixar claro quais e unicos tipos de alimentos podem ser comercializados, para nao haver nada alem de organicos. Enfim, e bom ja pensar em A e B. E m termos praticos mesmo. Querida Ignez, pense mesmo se e ao prefeito que deveria enviar agora esta carta. Nao e uma questao de receio de nada, pois voce sabe que isto nao tenho ... porem nao acredito que e o melhor momento. Acho que poderiamos fazer antes acoes mais vistosas e talvez depois fazer esta comunicacao ao prefeito. Vou ser direta e reta, acho que isto e matar passarinho com baioneta. Mas de novo , eu sigo com voce e o grupo.
---------------------------------
Ignez,Vc já deve saber das novas exigências da prefeitura para a Feira Livre das sextas na N.S. da Paz, que irão melhorar o local, se houver uma fiscalização séria e eficiente. Todos os licenciados terão que, a partir de hoje, renovar suas licenças e se submeterem a uma nova padronização para suas "barracas" dentro de espaços limitados. Parte dos feirantes deverá sair da feira por falta de licença e falta de pagamento à prefeitura. Quanto aos produtores orgânicos, suas produções agrícolas são insuficientes para manter um mercado diário, seus produtos não são intermediados como os das feiras livres. Seria interessante, se vc tiver interesse, conversar com a Rosa Cordeiro Guerra, Celina Amaral Peixoto, ou outras pessoas que atuam no mercado de orgânicos. Creio que elas poderiam dar mais informações sobre uma possivel solução que satisfaça a todos moradores de Ipanema que usam, ou não, produtos agrícolas orgânicos. Deixei de comprar cenouras orgânicas e outros produtos nos nossos supermercados do bairro por estarem quase sempre mofados. A outra feira de orgânicos que conheço é a do bairro da Glória aos sábados.Abraços,Achilles

-------------------------------
feria de organicos é uma iniciativa maravilhosa, porque descriminar algo que levou anos para se conseguir e que só traz o bem, para os produtores e para os consumidores? Os feirantes EXPULSARAM OS ORGANICOS DA FERIA DE IPANEMA, QDO TENTOU-SE ISTO ANOS ATRÁS. Poruqe atraiam mais compradores, voce sabeia disto? Acho que não.

Os produtores alugarem espaço ?? porqee imputar mais este custo ? poruqe propor este desequilíbrio se os demais não o fazem? Acho absurdo ir contra uma ação tão benéfica para os produtores, para os consumidores, realmente não compreendeo onde querem chegar com isto.

------------------------------
Ignez,

Mas uma vez você está certíssima. Sou contra qualquer tipo de feira na Praça da Paz. Aliás, acho que tanto a Feira Hippie, quanto a feira normal deviam ser proibidas. Quem quiser comprar legumes e frutas que vá ao supermercado ou ao hortifruti. Sou contra a utilização do espaço público para atividades privadas. SOU TOTALMENTE CONTRA A FEIRINHA DE ORGÂNICOS!!!!!
Quem quiser comprar orgânicos que vá ao supermercado, ou nas lojas de produtos naturais. Porque os produtores de orgânicos não alugam uma loja no bairro para venderem seus produtos? São todos uns pilantras que querem usurpar o espaço público.

Acho que a carta ao Prefeito deve ser enviada exatamente como você escreveu. Sem tirar nenhuma vírgula.

Boa sorte e força para enfrentar essa gente sem noção.

Waldir Leite
------------------------------
Prezada Ignez,
Você está coberta de razão!!!!
Tem todo o meu apoio.
Nesse país estão todos se acostumando a fazer vista grossa para os "pequenos delitos". Só que eles se esquecem que a falta de controle e principalmente o desrespeito às leis só nos levará ao caos.
Parabéns!!!
Com admiração,
Ricardo
----------------------------------
Ignez, lí e concordo com que acabo de ler neste e-mail, chega de feirasem Ipanema, pagamos impostos tão altopara termos um bairro tão disordenado.Na Garcia D"Avila entre as Ruas Visconde de Pirajá e Barão da Torreenfrente Antonio Bernardesuma Senhora moradora de Rua que já montou seu barraco com barraca depraia, malas com todosseus pertences, segundo os comerciantes já denunciaram a Prefeitura,infelizmente nehuma providênciafoi tomada, as vezes aparce mau cheiro e nós temos que conviver comeste descaso!!!Luzia Caliman
---------------------------------
PREZADA IGNEZ BARRETO,

OBRIGADO PELO E-MAIL DE 28/06/2010.

LI A CARTA PARA O PREFEITO COM ATENÇÃO E REALCEI EM AMARELO UMA PARTE QUE
TEM ERRO DE CONCORDÂNCIA DE VERBO E SUBSTANTIVO. ENVIO EM ANEXO.

ASSISTI A CERIMÔNIA DE ABERTURA DO NOVO COMPLEXO RUBEM BRAGA (BOCA DO METRO)
E NOTEI QUE O GOVERNADOR MENCIONOU QUE AQUELA ESQUINA TINHA SE
TRANSFORMADA NO PIOR PONTO DE IPANEMA E QUE A CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO
REVITALIZOU O PONTO. PODEMOS CITAR ISTO EM CORRESPONDÊNCIA E PEDIR QUE A
PREFEITURA ADERE A ESTA CONSCIÊNCIA E IMPEDE O PROCESSO DE DEGRADAÇÃO DO
QUAL O GOVERNADOR RECLAMOU NO SEU DISCURSO.

APROVEITO A OPORTUNIDADE DE ENVIAR UMA NOVA CARTA EXPLANATÓRIA COM NOVO LINK
(URL) PARA UM NOVO ABAIXO-ASSINADO CONTRA A DESTRUIÇÃO DAS ARVORES .
INFELIZMENTE, O PRIMEIRO QUE MANDEI ESTAVA NUM FORMATO COM FINALIZAÇÃO EM
INGLÊS QUE CREIO REDUZ A ACEITAÇÃO PELO PUBLICO BRASILEIRO. ASSIM, EU PASSEI
O
TEXTO PARA UM FORMATO DE UM WEB SITE EM PORTUGUÊS.

EU PEÇO A GENTILEZA DE DISTRIBUIR ESTA CARTA EXPLANATÓRIA COM NOVO LINK PARA
OS ASSOCIADOS DO PROJETO DE SEGURANÇA E/OU DAR UMA INDICAÇÃO DE OUTROS
ONGS OU GRUPOS QUE PODEM SE INTERESSAR POR ESTA CAUSA.

ATENCIOSAMENTE,
------------------------

sou contra qualquer coisa que ocupe o espaço público sem pagar.
O nosso povo não tem limites. voto contra a feira do orgânicos
Tereza
-----

MICHAEL PEVERALL WALTON

------------------------------
Prezada Ignez,
Você está coberta de razão!!!!
Tem todo o meu apoio.
Nesse país estão todos se acostumando a fazer vista grossa para os "pequenos delitos". Só que eles se esquecem que a falta de controle e principalmente o desrespeito às leis só nos levará ao caos.
Parabéns!!!
Com admiração,
Ricardo
--------------------------
Ignez,
concordo com a supressão da feira. No máximo poderia ser considerado ítem 5! Aliás, não há necessidade de 3 feiras no bairro.
É necessário que o carioca se conscientize sobre a utilização de espaço público. O espaço público é de todos portanto as pessoas não podem usá-lo em benefício próprio. Este fato não está claro para várias pessoas.
Tanto a Feira Hippie, as outras feiras, o pólo gastrônomico, utilizam o espaço público e nem conservação fazem do lugar que em próprio proveito utilizam-no!
Cordialmente,
JGuia
Cordialmente,
JGuia
--------------------------
Concordo com todas as suas argumentações. Perfeito.
E.C.
--------------------------

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito boa a carta, faltou colocar a cobrança da adequação do mirante da paz para os cadeirantes!!! Após pegar o elevador o acesso ao mirante se dá somente por tres lances de escadas!

Maria Siqueira Rocha

Anônimo disse...

É muito facil falar dos defeitos que se encontra a feira Hippie de Ipanema mais a cobrança deveria ser no poder publico que só tem descaso em tudo,pois os cordenadores da feira estão cansados de denunciar e nada é feito,voces tirem suas concluções pelo o abandono do banheiro publico.