CHOQUE DE ORDEM

Reforço no Choque de Ordem

No primeiro dia da Operação Verão, município anuncia contratação de 3 mil agentes

POR RICARDO ALBUQUERQUE

Rio - No primeiro dia da Operação Verão na orla, o secretário municipal de Ordem Pública, Alex Costa, anunciou o reforço de mais 3 mil guardas municipais na cidade. Desses, 2 mil serão contratados por concurso público no primeiro semestre do ano que vem. Outros mil já estarão nas ruas a partir de março — sendo 200 em projeto-piloto na Tijuca, após passarem por treinamento especial que tornará a imagem do agente mais amigável.

Alex Costa também afirmou que negocia com o Detran e com o sistema bancário uma forma de permitir que carros rebocados nos fins de semana sejam retirados dos depósitos da prefeitura antes da segunda-feira.

.
Barracas e quiosques com mercadorias penduradas foram advertidos Foto: Paulo Araújo / Agência O Dia
“Hoje, quem tem o carro apreendido no fim de semana só pode retirar na segunda. A prefeitura já negociou com Detran e banco para que o dono possa retirar no depósito o Documento de Arrecadação de Receitas Municipais (Darm), além de poder pagar a taxa no mesmo lugar pelo sistema online”, explicou. O sistema deve iniciar em fevereiro. Ontem, 50 veículos foram apreendidos e 180 multados por estacionamento irregular na orla.

Antes de lançar o edital para contratar mais 2 mil guardas municipais, 200 agentes já concursados serão treinados no novo modelo de gestão da Guarda Municipal, em janeiro e fevereiro. Em março, estarão nas ruas da Tijuca no projeto Unidades de Ordem Pública, 2ª etapa do programa Choque de Ordem que prevê pontos fixos de ordenamento. Até o fim de 2011, outros 800 concursados serão convocados. “Queremos tornar a Guarda Municipal modelo de eficiência, com preparo especial do agente para lidar com o cidadão”, disse Costa. Hoje há 5.300 guardas, dos quais 1,7 mil estão nas ruas de segunda a sexta-feira.

Flagrantes de irregularidades nas areias da cidade

O Choque de Ordem na orla do Leme ao Recreio apreendeu ontem nas areias dezenas de bebidas, cadeiras, barracas e outros objetos que eram utilizados irregularmente nas praias. Dois quiosques e uma kombi foram autuados por armazenar inadequadamente mercadorias.

Os barraqueiros têm três dias para retirar o material no depósito de Bonsucesso, após pagar a multa de R$ 250. A diária varia de R$ 5 a R$ 20, de acordo com o peso e volume da mercadoria. Em frente à Rua Maria Quitéria, em Ipanema, o gerente do quiosque fez um puxadinho para estocar cocos. Ele terá dois dias para desmanchá-lo, evitando multa.

Durante a fiscalização, oito flanelinhas que atuavam em trechos entre Copacabana e Leblon foram detidos e conduzidos à 12ª DP (Copacabana) e 14ª DP (Leblon). Quinze moradores de rua foram recolhidos.

.

Nenhum comentário: