RESSACA



Ressaca chega ao Arpoador

O Globo RIO -

A mudança de tempo que trouxe ressaca à Praia do Arpoador e formou uma língua negra em Copacabana não prejudicou a festa de cerca de 2 mil nadadores que participaram da nona edição da maratona aquática Travessia dos Fortes, na manhã deste domingo. Com um mar tranquilo e vento e correnteza a favor, os atletas profissionais - e os de ocasião - tomaram conta dos 3,5 quilômetros entre os fortes de Copacabana e o do Leme. A primeira largada foi dada às 9h.

FOTOGALERIA: As imagens da orla carioca neste domingo

Na categoria elite, masculina, Samuel de Bona conquistou título inédito, desbancando Allan do Carmo e Luis Rogério Arapiraca, empatados em segundo lugar. No feminino, depois de uma disputa acirrada, Ana Marcela Cunha acabou faturando os R$ 10 mil, superando Poliana Okimoto. O terceiro lugar foi de Betina Lorscheitter. No Arpoador, ondas superam calçadão A chegada de uma frente fria fez o domingo amanhecer nublado e provocou ressacas nas praias da cidade.

No Arpoador, as ondas chegaram a ter pouco mais de um metro e chocaram-se contra o calçadão. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê que a semana permanecerá com clima ameno e possibilidades de pancadas de chuvas até quarta-feira. Na segunda-feira, a temperatura vai variar entre 18 graus e 26 graus.

A chuva forte que caiu na madrugada de domingo formou uma língua negra na Praia de Copacabana, na altura da Rua Santa Clara.

Nenhum comentário: