ALÔ PREFEITURA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!




Burocracia emperra transformação da casa que pertenceu a Guilherme Araújo em centro cultural


O Globo, com a colaboração dos leitores Renata Burlamaqui e Henrique Fontenelle

RIO - O desenrolar de um processo burocrático pode trazer alívio para os moradores da Rua Redentor, em Ipanema. Fechado desde 2007, um imóvel que pertenceu ao produtor cultural Guilherme Araújo depende apenas de um detalhe administrativo para ir às mãos da Secretaria de Estado da Cultura. Com planos de se tornar mais um centro cultural no bairro, a casa deixará de ser vista apenas como um foco de proliferação de ratos, baratas e do mosquito da dengue, como denunciam os leitores Renata Burlamaqui e Henrique Fontenelle.


"Esse imóvel está vazio há anos. A vizinhança não sabe o que será feito dessa casa", disse Fontenelle.

O destino da casa já era conhecido desde que Guilherme Araújo estava vivo. Ele tinha planos de transformá-la em um local de incentivo à leitura e deixou, em seu testamento, o imóvel para a Fundação Anita Mantuano de Artes do Rio (Funarj). A burocracia, porém, adiou esse plano desde a morte do famoso produtor de ícones da música brasileira, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, em 2007.


S.A.

Nenhum comentário: