METRÔ


RAÇA N.S. DA PAZ

Linha 4 do Metrô responde

Sobre a nota que relata a insatisfação de moradores de Ipanema com a construção de uma estação dentro da Praça Nossa Senhora da Paz, a assessoria de imprensa da Linha 4 do Metrô diz:
"O projeto é 100% sustentável, já que haverá replantio com mudas das árvores que precisarem ser removidas. O metrô é o meio de transporte de massa mais ambientalmente correto porque retira veículos da rua, retirando a emissão de gás carbônico do ar.

Os acessos às estações da Linha 4 foram definidos a partir de estudos que levaram em conta critérios de engenharia, segurança, comodidade e demanda.

As obras da Linha 4 na Zona Sul vão utilizar o TBM (Tatuzão), equipamento que vai perfurar os túneis subterrâneos do metrô de Ipanema à Gávea -- sem explosões e sem a necessidade de abrir valas na superfície --, método construtivo seguro e usado em todo o mundo."


Nome: Zeca Araujo Dias 
- 30/8/2012 - 7:48
Moro em Ipanema, utilizo o metrô diariamente e sou a favor da estação N.Sra. da Paz. O PSI se autoproclamou como representante dos moradores do bairro, o que não é verdade. É um pequeno grupo que, por estar organizado, tem acesso à mídia e fica tentando encobrir seus preconceitos com uma suposta defesa do meio ambiente.

É preciso ficar claro que o PSI não representa a população de Ipanema. Além do mais o metrô é DE TODA A POPULAÇÃO CARIOCA!!! 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Observador Atento 
- 30/8/2012 - 6:44
Que absurdo o rumo que a "linha 4" (Ah tá, linha 1 esticada da Saens Pena para Barra vai deixar de se chamar linha 1 embora seja a mesma linha....) do Metrô Rj tomou! Gente, a hora de evitar esse absurdo que estão fazendo com a cidade, os cidadãos, vão acabar com o meio de transporte público (caro) que é o metrô e de quebra arrasar umas praças pelo caminho!? Chocante ver nossa cidade sendo detonada dessa forma e o povo querendo reeleger eles!!! Que povo tolo! 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Maria Luiza de P Lopes 
- 30/8/2012 - 1:23
Não se dão ao trabalho nem de elaborar outra resposta que não essa, dada sempre, constantemente, mesmo sabendo que é uma inverdade já que mesmo que replantassem mudas de 300 árvores, as mesmas levariam outros 80 anos para atingirem a "cobertura verde" que hoje existe, isso sem falar em 40.000 pessoas/dia atravessando a praça, pois quem se dará ao trabalho de contorná-la havendo saídas em frente aos 2 portões centrais? Que governo é esse que não se importa com a opinião pública? Não é considerada esse tipo de atitude, de cima para baixo, uma atitude totalitária? Por que essa insistência? Afinal o que o governo tem a ganhar posicionando-se contra tudo e contra todos? Não apresentam projeto, não abrem discussões com a população, não querem nos ouvir, nem ver. Por que é tão importante manter esse projeto destruidor de um bairro inteiro? Quem ganha com isso? E o que? Malu Lopes 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Mario Henrique Mazza 
- 29/8/2012 - 23:28
Um governo que sequer debate com os moradores uma obra de tamanha proporção, e que trará profundas mudanças na rotina de cada um, merece nosso desprezo nas urnas. Vamos aproveitar a eleição que se avizinha e dar o recado! Essa obra é desnecessária e a maneira como o poder público pretende executá-la é absurda. 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Geezer 
- 29/8/2012 - 22:59

O protesto legítimo dos moradores de Ipanema faz todo o sentido. Se a estação for mesmo na praça, aquilo vai virar uma sucursal da Praça Saenz Peña, com mendigos e desocupados espalhados ao redor, camelôs e barraqueiros em todo lugar, mais flanelinhas bandidos extorquindo motoristas...enfim, mais um ponto caótico no Rio, criado por políticos que só atuam em causa própria ou em nome de parentes e amigos. E tudo feito na marra, sem consultar quem mora ali. 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Ricardo Maceira 
- 29/8/2012 - 19:50
Governador-viajado e prefeito-de-patinete conhecem muito o metrô da Cidade-Luz, Paris. O governador passa mais tempo lá do que cá. Lá, certamente, anda de metrô para fazer suas comprinhas.
E aqui? Só em dia de inauguração, com claque e seguranças barrando os verdadeiros usuários pagantes.
"Quem" ganhou muita $$$ para aprovar, e justificar, essa linha 1.1??? 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Ricardo Maceira 
- 29/8/2012 - 19:45
Isso não é "linha 4".É, quando muito, linha "1.1", prolongamento b-u-r-r-o, sem projeto, da Linha 1.
Em nenhum lugar do mundo se constrói um metrô "linear".
O governador-viajante-itinerante (anda sumido e calado desde os casos Cavendish-Cachoeira) e seu cumpanheiro prefeitinho são os únicos "interessados" (ou interesseiros?) nessa linha 1.1.
Quem entrar na Barra, só vai conseguir sair na Saens Pena, de tão lotado que vai estar! 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Ana Paula Cavalcanti Romeiro 
- 29/8/2012 - 19:39
O governo sempre com a mesma resposta pronta!!! Incrível!!! 

Bom, o Metrô Rio tem um padrão. Basta olhar pra trás... todas as praça por onde passou, acabaram enquanto praca. Viraram passeios públicos com um monumento à feiura e ao mau gosto no meio : praça saens pena, afonso pena, cardeal Arcoverde, eugenio jardim, largo do machado e general Osório. Todas!!!

So não queremos que a praça nossa senhora da paz, patrimônio ambiental tombado, tenha o mesmo destino. Até porque, para atender a população, basta um buraco no chão.

Sera que é tão complicado para este governo ouvir e dialogar com a populacao? Isso só deixa claro a arbitrariedade com que eles trabalham...


Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Helvio Ribeiro Malagris 
- 29/8/2012 - 19:09
se em ipanema vai ser usado este tatuzão, por que não podemos usa-lo em toda a cidade?
poderiamos mante-lo aqui sempre criando dezenas de quilometros de linhas de metro por toda a cidade, assim como em todas as 
cidades civilizadas do mundo, onde o metro é peça fundamental no
transporte publico. Precisamos de varias linhas de metro pela cidade, não podemos mais ficar na dependencia de olimpiadas ou copas do mundo para termos um transporte decente em toda a cidade. temos metro a mais de trinta anos e apenas poucos quilometros em duas linhas, é muito pouco. coloca este tatuzão agora cortando toda a cidade. o carioca vai agradecer muito isto.
obrigado 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Andréa Albuquerque Garcia Redondo 
- 29/8/2012 - 18:36
O ponto crucial não é a Praça ou suas árvores. A questão primordial é o abandono da Linha 4 verdadeira, fazendo a ligação do Centro para a Barra via Humaitá e Jardim Botânico, trajeto trocado por um puxadinho na Linha 1. Porém, para lutar por isso deveria haver mobilização dos demais bairros interessados, o que, infelizmente não ocorre. Para a cidade, Ipanema e Leblon não são prioritários. O Blog Urbe CaRioca e o Blog Metrô do Rio analisaram as questões à exaustão. 
                  comentários.


Nome: Luciano Ozorio Rosa 
- 30/8/2012 - 18:15
"O projeto é 100% sustentável": frase oca. Trocar árvores plantadas há 50-80 anos por mudas que levarão igual tempo para crescer: crime ambiental. Construir acessos ofensivos à estética e ao bom senso, como tem sido feito: mau-gosto e caipirice. Transformar um verdadeiro oásis em ponto de passagem, de camelotagem e de punguistas: crime urbanístico. Chamar de Linha 4 uma custosa e supérflua extensão da Linha 1: empulhação. Algum candidato a Prefeito se dispõe a salvar a Praça? 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Elizabeth de Lima Feuermann Missagia 
- 30/8/2012 - 17:40
Desde quando arvores adultas podem ser replantadas? Vao plantar mudas isto sim. É um absurdo. Se os interessados maiores nao querem porque nao atende-los? A presidente da Ama Ipanema deve estar muito iludida para aceitar isto.


Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Sérgio Barros 
- 30/8/2012 - 13:53
Emmanuel, nada como arquitetos "modernosos" para destruir prédios de qualidade e erguer monstrengos. 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Emmanuel da Silva Galhardo 
- 30/8/2012 - 11:56
Lembrem do Palácio Monroe. Um ícone de nossa arquitetura e parte relevante de nossa história transformado em pó pela sanha progressista: o metrô era a prioridade. No final o traçado dos trilhos foi alterado de forma a salvaguardar o monumento; que fora inicialmente projetado para ser o "Pavilhão do Brasil" na Exposição Universal de Saint Louis nos EUA em 1904. Foi condecorado com a medalha de ouro no "Grande Prêmio Mundial de Arquitetura". Ao final do evento, vejam só, foi desmontado e trazido de volta ao Brasil onde foi remontado em 1906 na Cinelândia vindo a se tornar sede da Câmara e em seguida do Senado. Foi demolido graças a sanha destruidora deste jornal, que, em campanha por ele mobilizada e com a participação de arquitetos "modernosos" como Lúcio Costa aproveitando o gancho das obras do metrô pediram sua demolição. 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Jane Fondha 
- 30/8/2012 - 10:26
E PRECISO QUE SEJA ASSINADO UM DOCUMENTO OBRIGANDO QUE SEJA REPLANTADA AS ÁRVORES. ESSE GOVERNO PROMETE QUE VAI REPLANTAR, MAS QUANDO NINGUEM SABE.. IMPRESSIONANTE AS OBRAS QUE SÃO FEITAS NA CIDADE, TUDO COM O ACABAMENTO PESSIMO, DEVE SER P JUSTAMENTE QUEBRAR LOGO P SER REFEITO... NOSSO DINHEIRO PELO ESGOTO. 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Pedro Rj 
- 30/8/2012 - 10:23
Sou obrigado a concordar com o Metro. Os acessos ficarão fora da praça. Não vejo motivo para tanto escarcéu e alegações que vai "destruir a praça". Pelo jeito que a associação se manifesta, dá a impressão que vão plantar uma saída no meio da praça.

Acho que as associações devem ser sempre ouvidas, mas com parcimônia pois muitas reivindicações são estúpidas . 
Lembro-me da polêmica quando a associação de Copacabana não queria que o nome da Est. Cantagalo tivesse nome da favela, que é o referencial de localização. Outra foi em relação à construção do Shopping Leblon. A associação dizia que o shopping daria um nó no trânsito, que o Leblon não teria condições, blá-blá-blá e nada disso aconteceu. 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Danilo Esper Urbano St 
- 30/8/2012 - 10:11


Eleições Rio de Janeiro: 

Lulista Eduardo Paes surfa com 53%; 

"Comunista" Freixo, candidato do Chico Buarque, sobe para 13% das intenções de voto

Nesta eleição, 
os demos reaças cariocas só vão servir pra sufragar um singelo voto na urna, 
pra referendar oficialmente o Presidente Lula por mais 4 anos 
ou para ascender o socialismo solar.

De resto, os demos reaças cariocas não prestam pra nada.


Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Sérgio Barros 
- 30/8/2012 - 9:25
Linha 4?? É a mesma linha 1 de sempre! Estão pensando que enganam quem? Aqui não é eleitor do Lulla não! 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Vitor Flamel 
- 30/8/2012 - 8:16
Metrô responde na base do texto padrão, só no CTRL+C CTRL+V! 

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? 
Denuncie aqui


Nome: Guanabarino 
- 30/8/2012 - 7:51
O ponto primordial é o abusurdo do traçado dessa "linha 4" uma verdadeira tripa, feita no trajeto mais complicado geologicamente e logicamente mais caro e o pior com a construção de uma caríssima estação anexa a Gal. Osório, uma piada, um show de incompetência com o nosso dinheiro 


Um comentário:

Hélio Bandeira disse...

Os moradores de Ipanema não são preconceituosos como os moradores de um bairro nobre de São Paulo, que não queriam o metrô para evitar a chegada de pessoas de bairros distantes. Inclusive estamos propondo a estação no quarteirão seguinte, apenas para poupar a Praça. Logo, não somos contra a vinda de pessoas de bairros distantes. Isto que disseram é uma calúnia e difamação. Somos apenas contra a destruição da Praça pelas obras do metrô.

O metrô e a estação no bairro do Catete passa exatamente por baixo da Rua do Catete, e as escadas de saída e acesso para a rua ficam nas calçadas da Rua do Catete. Podem fazer a estação com as escadas de acesso nas calçadas da Visconde de Pirajá (entre as ruas Mª Quitéria e Garcia D'Ávila), que inclusive são mais largas e mais espaçosas que no Catete, e a própria Visconde é bem mais larga - logo, cabem os trilhos do trem, as plataformas de embarque, as bilheterias e escadas, sem necessidade de destruir a Praça N.Sra. da Paz.

Querem fechar e cortar centenas de árvores da Praça toda apenas também para que ela se transforme num espaço para espalhar e estacionar máquinas, tratores, caminhões, material de obra. A Praça ficaria toda estragada. Porque não usam outro local para estacionamento e máquinas e estocagem de material? Quando as pessoas pensam, raciocinam, encontram uma solução alternativa. E o governo ainda alega que menos de 5% da Praça seria usada para o metrô - uma mentira!

Que espécie de Prefeito é este que um dia reclama que a cidade tem excesso de concreto e no dia seguinte se omite sobre a destruição da Praça?

E porque o governo não divulga o projeto da estação na Praça? Por que está escondendo? Querem o metrô para as Olimpíadas, estão embromando, para depois dizer: "Agora necessitamos construir em caráter de urgência e não podemos mais debater o assunto - vamos construir na Praça mesmo".

Hélio Bandeira