SÓ SERVEM PARA ISSO !



Moradores se revoltam com reboque de carros de madrugada em Ipanema

Eles contam que placas não foram colocadas com antecedência.


Do G1 RJ

Moradores da Rua Barão da Torre, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, tiveram seus carros rebocados por guardas municipais na noite desta segunda-feira (20). Segundo a assessoria da Secretaria Municipal de Obras (SEO), seria proibido estacionar na rua das 22h as 5h por conta de uma obra da Operação Asfalto Liso. Houve discussão entre residentes e policias.

A discussão entre moradores e policiais durou até 2h da manhã desta terça-feira (21). Um residente registrou a ação com uma câmera amadora. Veja o vídeo acima. Por volta das 2h30, a Operação Asfalto Liso já estava em andamento.

Os reboques começaram por volta das 23h. Os porteiros dos prédios avisaram aos moradores, que desceram para tentar impedir que os carros fossem levados. A reclamação dos residentes é que placas de “sujeito a reboque” só foram colocadas por volta das 19h, horário em que muitos deles já haviam chegado do trabalho e não teriam visto o aviso. A maiorias dos prédios da Rua Barão da Torre não tem garagem e, portanto, os moradores estacionam na rua.

“Estava dormindo e acordei com a gritaria. Os moradores estavam em cima de seus próprios carros para que não fossem rebocados. Teve uma menina que estava em cima do Peugeot dela. Os guardas municipais a ameaçaram com o cassetete para ela descer”, afirmou a dentista Bianca Barino, moradora da região.

Segundo a assessoria da SEO, os moradores receberam uma circular avisando das obras da Operação Asfalto Liso. Cerca de 48h antes das obras, as placas de estacionamento teriam sido cobertas e substituídas por outras de “proibido estacionar”.

Os residentes tentaram, sem sucesso, convencer os guardas a não rebocar os carros. Alguns mais exaltados chegaram a xingar e aplaudir ironicamente os policiais. Segundo a assessoria da Guarda Municipal, havendo sinalização que proíba estacionar no local, é obrigação dos guardas confiscar os veículos infratores.



Nenhum comentário: