PRAÇA NOSSA SENHORA DA PAZ




2 comentários:

  1. Caso o Governo do Estado alegue que seria inevitável a retirada de várias árvores da Praça N. Sra. da Paz para a construção da estação de metrô, existe projeto alternativo, atestado por engenheiros, para que a estação seja feita no quarteirão logo seguinte, entre as ruas Maria Quitéria e a Garcia D'Ávila, no subsolo da Rua Visconde de Pirajá poupando, assim, a Praça. Lembrem-se de que a estação "Jardim de Alah" (que é outra grande praça) na verdade não será no Jardim, mas sim no subsolo da Av. Ataulfo de Paiva. Porque o Governo não faz o mesmo na R. Visconde Pirajá???!!!
     
    Porque os moradores de Ipanema deveriam aceitar um projeto predatório, que diz que supostamente as árvores da Praça serão preservadas? Engenheiros florestais já afirmaram que muitas delas não sobreviverão ao replantio. As dezenas de pequenas mudas novas levarão décadas para crescer, e recuperar o aspecto bucólico da Praça.

    A pressa para aprontar a cidade para as Olimpíadas atropela a preservação ambiental, e não fará a menor diferença no prazo para execução da obras se o Governo aguardar mais alguns dias para analisar e aceitar o projeto alternativo.

    Como um absurdo destes pode acontecer justamente agora que terminamos de realizar a Conferência Mundial do Meio Ambiente Rio+20?

    Hélio Bandeira


    ResponderExcluir
  2. José Paulo e Isabel2 de nov de 2012 10:16:00

    O comentário é absolutamente pertinente. A população não é corretamente informada e, por isso, não percebe que o dano não será somente de Ipanema, mas de toda a cidade do Rio de Janeiro. A praça N. S. da Paz é centenária e um patrimônio da cidade, não só do bairro. Existem alternativas, como dito, que preservariam a praça e, ao mesmo tempo permitiriam o acesso ao Metrô. Praças arborizadas, como a N. S. da Paz, são não somente uma área de lazer, mas contribuem para a manutenção de temperaturas mais amenas. Na N. S. da Paz, idosos, crianças, jovens e adultos, moradores locais ou não, podem ser vistos em diversos horários brincando, jogando futebol, lendo ou simplesmente descansando a sombra de árvores frondosas, onde diversos passarinhos se aninham. A cidade do Rio de Janeiro é carente de praças como a N. S. da Paz e algumas já foram descaracterizadas, como a General Osório e a Serzedelo Correa, esta em Copacabana.
    A luta é de todos nós, cariocas, mas também de todos os brasileiros. A preservação de qualquer patrimônio ambiental, contra os interesses econômicos, deve mobilizar todos!

    ResponderExcluir