ANTES TARDE DO QUE NUNCA !


Cabine da Polícia Militar é demolida no Arpoador

  • Obra no calçadão não tinha licença da prefeitura
ISABELA BASTOS


Operários da prefeitura derrubam cabine da Polícia Militar que estava sendo construída irregularmente no calçadão do Arpoador
Foto: Marcelo Carnaval / O Globo
Operários da prefeitura derrubam cabine da Polícia Militar que estava sendo construída irregularmente no calçadão do Arpoador Marcelo Carnaval / O Globo
RIO - A cabine da PM que estava sendo construída no calçadão da Praia do Arpoador foi demolida nesta quinta-feira pela Secretaria municipal de Conservação e Serviços Públicos. A obra, noticiada pela coluna Gente Boa, do GLOBO, tinha sido embargada pela Subprefeitura da Zona Sul por falta de licença. A operação de demolição ocorreu à tarde, atraindo a atenção dos banhistas na praia lotada. Com o auxílio de dois caminhões e uma retroescavadeira, operários não levaram mais do que dez minutos para derrubar a construção.
Com três cômodos, dois deles com ligações de água e esgoto, a cabine estava sendo erguida em frente ao Posto 7, a poucos metros da entrada do Parque Garota de Ipanema. Segundo o administrador da 6ª Região Administrativa, Leonardo Spritzer, a cabine estava sendo feita para o 23º BPM (Leblon) pela Rio Trilhos, da Secretaria estadual de Transportes, no lugar onde antes havia uma cabine blindada.
O presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, Washington Fajardo, disse ontem que a cabine não poderia ter sido erguida sem o aval da prefeitura, uma vez que a Pedra do Arpoador e o calçadão de Ipanema são tombados.
— Esse conjunto faz parte do sítio patrimônio da humanidade da Unesco. Solicitei o embargo da obra — disse Fajardo.
A PM informou que apresentará um novo modelo de cabine para aquele local, considerado estratégico.



o. 

Nenhum comentário: