PRAIA


Ipanema apresenta a campeã de slackline e o Leblon, o primeiro boleiro de beach tennis

O GLOBO (

A melhor do mundo: Giovanna Petrucci é campeã de slackline Foto: Marcos Ramos / O Globo
A melhor do mundo: Giovanna Petrucci é campeã de slackline Marcos Ramos / O Globo
RIO - O grande problema do beach tennis — a falta de um boleiro para ir lá longe na areia pegar as bolinhas que escaparam da quadra — acabou. Felipe Ferreira, de 18 anos, é o primeiro boleiro de beach tennis das praias do Rio, revelou nesta quinta-feira a coluna “Gente boa”, do jornalista Joaquim Ferreia dos Santos. Felipe era boleiro em quadras de saibro e trocou os clubes pela praia.
- É bem mais animado aqui e eu nem preciso usar uniforme - diz. Felipe, como nas quadras de tênis, usa um cano de PVC adaptado para ‘sugar’ as bolinhas da areia. Ele dá expediente de segunda a quinta e seu “escritório” é no Posto 12.
Balança, mas não cai
É na fita de slackline na altura da Henrique Dumont, em Ipanema, que a atual campeã brasileira e mundial do esporte praiano treina.
- Pelo menos, três horas por dia - diz Giovanna Petrucci, de 15 anos.
Com suas manobras, ela chama a atenção de cariocas e turistas que passam por lá. Giovanna ganhou o torneio “Queen of slackline” ao enviar vídeos de sua performance aos juízes. Disputou com mais 200 mulheres.
- Gravava do meu celular e mandava.
Ela conta que o esporte parece simples, mas não é.
- Exige resistência, persistência, concentração e prática.
Canal do Leblon vira pista de remo
Mesmo impróprias para banho, as águas do canal do Leblon viraram pista de remo para o praticantes de stand up paddle. Mas isso só é possível logo depois de um dia de chuva, quando a maré está alta, e há corrente forte vinda do mar. Quando uma onda maior leva uma ondulação para o canal, eles remam, apostando corrida, quase até a altura da Avenida Ataulfo de Paiva.




Nenhum comentário: