Reunião da riotur define parâmetros do canaval 2019

Oi pessoal
Essa foi a 4ª reunião da Riotur para tratar do Carnaval 2019 e a 1ª para com foco na Logisitica, Planejamento e  Ordenamento p/ a ZONA SUL do Rio

Esta, com associações dos bairros e Blocos.

A reunião foi boa – gostei do Marcelo Alvez (pres. da Riotur), o cara é positivo e soube conduzir uma reunião complexa – ordem, estratégia e, me pareceu, boa vontade de acertar. Cabe a nós: acompanhar, cobrar, propor, negociar, avançar.

Foi mesmo bom pedirmos esta reunião que, afinal, já estava marcada! Mas valeu, andamos na mesma direção e isso foi positivo.

Presentes mtas lideranças de moradores e comerciais dos bairros, estavam quase todos lá: S. Conrado, Ipanema, Leblon, Selva de Pedra, Copa, Bairro Peixoto, Lido, Leme, Hunaitá, Jd Botanico, Sta Teresa, Gloria, Flamengo, Centro.

E muitos blocos/bandas - Banda de Ipanema, Simpatia, banda da Glória, Rola Preguiçosa, Cachorro Cansado (??), Coreto (Centro), Mulheres de Chico.
Sebastiana foi a única exaltada, momento mais atritado da reunião, mas logo ultrapassado e ela saiu batido.

Riotur e demais da Prefeitura e afins estavam vários – a assessoria direta do Marcelo – adv. Christian juridico, Katia Kandu – gerente de eventos Riotur.
Outros como Luis Felipe - coordenador de fiscalização da Prefeitura, Katia Simões – gte eventos área da saúde, Carol Lombardi – comunicação digital da Prefeitura, Gustavo – Cet Rio.

João Vítor - major da Polícia Militar, responsavel pela estratégia para o Carnaval 2019. Disse que está com o efetivo mto pequeno...
Comandante Araújo – ordem pública Ipanema/leblon.

Presente tb a Dream Factory, não se manifestou.

Riotur apresentou o calendário das 5 fases desde a inscrição até assinatura do Termos de Responsabilidade com os blocos aprovados, previsto p/ set/outubro.
Inscrição no site www.carnaval.rio de 02/maio a 15/junho - foram 765 inscritos, de 590 organizadores. Há blocos que não se inscreveram – não sabem como controlar estes.

Eu fiz logo a pergunta: o que está previsto apra a Banda de Ipanema e Simpatia? Eles permanecem, mas terão qeu ser regrados. Quais regras? A construir em conjunto.... Ignez tb marcou o ponto, firmando as posturas que demandamos. Daí qeu a Rita da sebastiana se posicionou,mas de forma mto exaltada, saiu do tom da reunião. Mais adiante, Tony tb falou, reforçando a necessidade de atender a todos os lados, principalemtne o da maioria que é dos moradores.

Foi lembrado que em 2018 mts blocos não autorizados concentraram no Parque de Ipanema – causando severos transtornos e danos ao patrimônio.
S. Conrado ressaltou que NÃO QUER MAIS BLOCOS do qeu já tem – não há mais capacidade de suportar novos.

Mto interessante foi a fala do JOSÉ MARCONI – rep. do SOS Patrimônio – grupo do Facebook que reúne 6.000 membros. Estão MUITO preocupados com a ida de mais megablocos para o Centro, que reúne um acervo patrimonial de peso do Rio –, não conservado e não protegido no Carnaval. Deveria ser explorado no Turismo e é quase que totalmente desprezado! O Marcelo se tocou bastante com o qu foi dito e na hora indicou as pessoas para prosseguirem o contato com este grupo.

Por fim, a questão dos ambulantes foi levemente mencionada – falei com Katia Kandu que esclareceu qu os ambulantes credenciados pelos blocos, tem crachá e ficam dentro do bloco, passando junto. Os que permanecem (jogando lixo, dormindo na orla, vendendo alcool para menores etc) não são de responsabilidade dos blocos, mas da CGEU (??). Não sabe como tratar esse problema.

PROXIMA REUNIÃO – daqui a 1 mes, com os agentes organizadores- empresas. Não sei se os bairros serão chamados.

Bjs e boa noite, pf corrijam/complementem com vossas obs.

Nenhum comentário: